Lucro jogado no lixo: o impacto do desperdício de alimentos no bolso dos produtores

Os avanços tecnológicos fizeram com que o ser humano tivesse uma capacidade de produção nunca antes vista. No entanto, apesar de produzir muito, ainda nos deparamos com a falta de comida, um dos motivos está no desperdício de alimentos que podia ser evitado.

Toda empresa do ramo alimentício ou locais onde é grande a produção de refeições, como escolas e hospitais, acaba encarando essa realidade. Além do aspecto humano, o desperdício de alimentos representa prejuízos, logo você precisa minimizar essas perdas.

Desperdício de alimentos é um problema global

Para compreender a gravidade deste problema é preciso entender que se trata de um algo global, que gera fome e prejuízos enormes. Segundo estudo da Organização das Nações Unidas pela Alimentação, cerca de 30% dos alimentos produzidos em um ano são desperdiçados em todo mundo. 

Esse percentual corresponde a cerca de 1,3 bilhão de alimentos que foram descartados, sendo que só no Brasil são cerca de 41 mil toneladas de desperdícios todos os anos. Dá para imaginar o quanto de dinheiro perdido nisso?

Onde acontece o desperdício de alimentos?

Quando se pensa no desperdício de comida é preciso ter em mente todos os pontos onde existe essa perda. Quando se fala de alimentos, existe perda na colheita no campo, na indústria, na logística, no varejo e até no consumidor.

Em cada um destes pontos o desperdício significa perda de dinheiro, mas em alguns casos esse prejuízo pode ser em uma escala muito maior. Os principais fatores que geram perda alimentos são:

  • Compras mal calculadas.
  • Falta de controle nas quantidades de insumos e matéria-prima utilizada.
  • Manuseio incorreto.
  • Formas de conservação incorretas.
  • Embalagens mal fechadas ou de baixa qualidade.

 Os pontos onde o desperdício é mais gritante estão na fases iniciais de produção, desde a colheita no campo, passando pela industrialização e armazenamento corretos. Na prática 54% dos produtos são desperdiçados nessa fase e vão pro lixo antes mesmo de serem preparados.

5 Dicas para reduzir o desperdício de alimentos no seu negócio

Agora que você já consegue visualizar a gravidade deste problema e quanto de prejuízos ele pode trazer ao seu negócio, vamos trazer algumas dicas que podem te ajudar a reduzir a quantidade de desperdício na sua empresa de alimentos.

Controle de estoque e produção

Um dos fatores que mais causa o desperdício é a falta de capacidade para se realizar o armazenamento correto. Por isso, você precisa sempre acompanhar o quanto você produz, o quanto você vende e o quanto você pode armazenar em estoque.

Quando um desses pontos não é devidamente regulado, pode acontecer de você produzir mais do que pode armazenar, logo alguns desses produtos vão estragar, gerando prejuízos. Os produtos perecíveis precisam de atenção redobrada, pois estragam mais rápido.

Uma das soluções que ajudam a aumentar a vida útil dos produtos são as embalagens a vácuo. Através delas é possível aumentar em até 10 vezes o prazo de validade dos alimentos.

Veja mais: Porque embalar alimentos a vácuo? 7 motivos para iniciar essa prática na sua empresa

Aprimore os processos logísticos

Outro problema que ajuda bastante para que o desperdício aumente é a falta de sincronia entre os processos logísticos. Quando se transporta alimentos é preciso que tudo esteja alinhado para que uma carga não se perca.

Para isso, é importante que se faça o gerenciamento adequado destes processos e que seja de fácil acesso a todos, o que minimiza erros. Vale a pena utilizar ERP ‘s de gestão industrial para organizar tudo.

Para saber mais sobre o que são ERP’s e como elas funcionam, veja o vídeo abaixo:

Mapeia a linha de produção para encontrar falhas

Não adianta fazer grandes investimentos, demitir ou contratar novos funcionários se você não souber onde está o real problema que está gerando os desperdícios. Acompanhe toda a linha de produção e analise o andamento de perto para encontrar a raiz do problema.

Muitas vezes o maquinário está com defeito ou não é eficiente para a quantidade de produção, por isso, é preciso estar atento para saber se o conserto irá resolver ou se será necessário um investimento em um equipamento mais qualificado.

Se as falhas forem humanas, vale a pena apostar em treinamentos para deixar sua equipe afinada, criar cartilhas e manuais para evitar desperdício e distribuir entre seus funcionários. 

Aposte em soluções tecnológicas para reduzir o desperdício

Em muitos casos, os desperdícios podem estar sendo gerados por conta de soluções e aparelhos que você ainda não tem na sua empresa, o caso das seladoras à vácuo é um bom exemplo.

Às vezes os desperdícios não estão acontecendo por descuidos dos funcionários, nem pela produção desenfreada ou por falhas mecânicas, mas porque a embalagem que você usa tem capacidade menor de armazenamento, o que faz com que a validade seja menor.

Veja também: Como escolher a seladora ideal para a sua produção

Oferece descontos em produtos próximos da validade

Por fim, vale a pena ter contato com varejistas mais próximos ou apostar em uma loja própria e colocar uma seção de produtos próximos do vencimento com o valor reduzido.

Essa prática é muito utilizada por supermercados e faz com que os prejuízos de um produto que não poderá ser vendido em breve sejam menores. Em alguns casos a parte estética inviabiliza a venda, neste caso vale a criatividade para se reinventar.

A Danone, por exemplo, criou uma linha utilizando “produtos feios” que são frutas, legumes e verduras que estão aptos para consumo, mas que não são visualmente atraentes e que fatalmente iriam para o lixo.

E aí, entendeu o impacto do desperdício de alimentos? Pronto para começar a minimizar os desperdícios e otimizar seus negócios? Acesse nosso artigo que mostra porque embalar alimentos a vácuo é uma das ações que reduzem bastante o desperdício de alimentos.

Se precisar de uma parceria pode contar com a R.Baião, são mais de 84 anos de experiência no mercado, sempre buscando as melhores soluções para os nossos clientes, clique aqui e conheça mais sobre nós.

Ainda ficou alguma dúvida sobre porque embalar alimentos a vácuo? Clique aqui e entre em contato com um de nossos consultores de vendas ou preencha o formulário abaixo.